DENDÊ NAS TELINHAS! – 6 filmes baianos para assistir na quarentena

Alessia Sales . Há 1 ano atrás

Êa, cêros! Viemos pra dar uma animada nessa segunda feira, diaseiláqual, de quarentena. Como sabemos, muitos de nós estamos com tédio, sem termos o que assistir ou fazer, certo? Então, pra não perder o costume de indicações, se liguem nessa listinha de filmes 100% baianos para assistir nesse período de isolamento. Não tem nada melhor do que vidrar numa produção de qualidade, né não?


 

1 – O Pagador de Promessas

Tirando o Mofo: O Pagador de Promessas, o filme brasileiro por ...

Depois de seu asno de estimação ter sido atingido por um raio, Zé do Burro faz a promessa de carregar nas costas uma imensa cruz de madeira até a igreja de Santa Bárbara. Porém, sua jornada acaba se tornando um pesadelo.

Se você já assistiu o filme e leu o livro, que foi publicado depois, levanta a mão! O Pagador de Promessas teve lançamento mundial em 17 de Abril de 1962 e conta com Leonardo Villar (Zé do Burro), Glória Menezes (Rosa) e Dionísio Azevedo (Olavo) no elenco. O livro foi escrito por Dias Gomes, que também participou da roteirização do filme, e publicado em 1987.


 

2 –  Gabriela

Gabriela - Assista online esse e outros sucessos no Telecine

No ano de 1925, uma das maiores secas da história do Nordeste leva para Ilhéus Gabriela, uma bela retirante que conquista a todos, principalmente Nacib, dono do bar mais popular da cidade, que a emprega para trabalhar em sua casa. Os dois desenvolvem um caso intenso e acabam se casando, mas tudo parece desmoronar quando Gabriela lhe é infiel com o maior conquistador da cidade. Paralelamente, um coronel é julgado por ter matado sua mulher com o amante.

Em 6 de Outubro de 1983, estreava Gabriela – Cravo e Canela. O filme foi uma adaptação da obra literária de Jorge Amado (publicado em 1958), e conta com um elenco composto por Sônia Braga, Paulo Goulart, Marcelo Mastroia e outras figuras do cinema brasileiro. Com direção de Bruno Barreto, Gabriela ganhou uma adaptação como telenovela, anos depois, na emissora Rede Globo.


 

3 – Dona Flor e Seus Dois Maridos

Crítica | Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976) – Plano Crítico

Dona Flor se casa com Vadinho, que é muito bonito e apaixonado, mas não lhe oferece muito. Ela sustenta a família cozinhando para seus vizinhos, mas o marido aposta a maior parte do dinheiro. Vadinho morre repentinamente e Dona Flor começa a sentir falta do casamento. Ela se casa com o médico Teodoro Madureira, mas ele é o oposto de Vadinho. Enquanto Dona Flor está casada com Teodoro, o fantasma de seu falecido marido aparece.

Tal como Gabriela, Dona Flor e Seus Dois Maridos veio à estréia mundial como adaptação de mais uma obra de Jorge Amado. Dez anos após a publicação do livro, os personagens literários ganharam vida sob as interpretações de Sônia Braga, José Wilker e Mauro Mendonça. Mais tarde, no ano de 2017, a regravação do filme foi feita e, como elenco principal, contamos com a presença de Juliana Paes, Marcelo Faria e Leonardo Hassum.


 

4 – Cidade Baixa

Rede Globo > filmes - Sessão Brasil: 'Cidade Baixa' traz Alice ...
Deco e Naldinho se conhecem desde garotos, sendo difícil até mesmo falar em um sem se lembrar do outro. Eles ganham a vida fazendo fretes e aplicando pequenos golpes a bordo do Dany Boy, um barco a vapor que compraram em parceria. Um dia surge Karinna, uma stripper que deseja arranjar um gringo endinheirado no carnaval de Salvador a quem a dupla dá uma carona. Ao chegarem em Salvador a dupla reencontra Karinna, que está agora trabalhando em uma boate. Aos poucos a atração entre eles cresce, criando a possibilidade de que levem uma vida a três.
O filme foi lançado em 4 de Novembro de 2005, dirigido por Sérgio Machado, e conta com Lázaro Ramos, Alice Braga e Wagner Moura no corpo do elenco.
———————————————–
5 – Ó Paí, ó!
Rede Globo > filmes - Sessão Brasil: Lázaro Ramos está na comédia ...
Em um animado cortiço do centro histórico do Pelourinho, em Salvador, tudo é compartilhado pelos seus moradores, especialmente a paixão pelo Carnaval e a antipatia pela síndica do prédio, Dona Joana. Todos tentam encontrar um lugar nos últimos dias do Carnaval, seja trabalhando ou brincando. Incomodada com a farra dos condôminos, Dona Joana decide puní-los, cortando o fornecimento de água do prédio.
Quem não conhece a expressão “Ó Paí, ó!” com certeza nunca ouviu falar de uma das maiores produções cinematográficas do Brasil. O longa, dirigido por Monique Gardenberg, traz toda a raíz da cultura soteropolitana com uma pitada de drama e muita comédia. É mais um trabalho em que Lázaro Ramos e Wagner Moura contracenam juntos, e ainda contamos com astros como Érico Brás, Stênio Garcia e Dira Paes. No final de suas exibições, Ó Paí, Ó contava com uma bilheteria de 355.709 ingressos vendidos.

6 – Capitães de Areia
Capitães da Areia - Resumo - YouTube
Pedro Bala, Professor, Gato, Sem Pernas e Boa Vida são adolescentes abandonados por suas famílias, que crescem nas ruas de Salvador e vivem em comunidade no Trapiche. Eles praticam uma série de assaltos e são constantemente perseguidos pela polícia. Um dia, Professor conhece Dora e seu irmão Zé Fuinha e os leva até o Trapiche, o que desencadeia a excitação dos demais garotos, que não estão acostumados à presença de uma mulher no local. Aos poucos, nasce o afeto entre o líder do grupo e a jovem.
O filme foi lançado em 7 de Outubro de 2011, e é mais uma adaptação dos romances de Jorge Amado. Capitães de Areia foi publicado em 1937, e teve sua adaptação em filme dirigida por Cecília Amado – parente do autor da obra.

 

Já conheciam esses filmes todos? Comenta aí em baixo qual o seu preferido, e quais são as sugestões que não podem faltar nessa listinha. Pega a pipoca, e boa maratona!

Soteropolitana, 24 invernos; quase uma publicitária. Escritora crítica e ficcionista, louca da Disney, viciada em RPG online e iludida por acreditar que vai namorar o Tom Holland.

Comentários