Deu ruim, viu… | “Convenção das Bruxas” é acusado de capacitismo

Nerd com Dendê . Há 6 meses atrás

Xiii, deu ruim para Convenção das Bruxas!!

O filme protagonizado por Anne Hathaway, sofreu duras críticas essa semana ao representar a ectrodactilia (quando há ausência de um ou mais dedos centrais nas mãos ou nos pés) como uma característica para descobrir se a pessoa é uma bruxa ou não.

Em seu twitter, a nadadora Amy Marren não apenas criticou o filme, como também trouxe um fragmento do livro de Roald Dahl em que a produção se baseia. Segundo o fragmento, as bruxas tinham garras semelhantes a mãos comuns, o que torna essa característica apresentada no filme mais infundada.

Anne Hathaway em “Convenção das Bruxas” (EUA, 2020)

Em entrevista a Deadline, um representante da Warner afirmou que os designers da nova versão quiseram dar garras de gato, conforme a descrição do livro. “A intenção nunca foi que a audiência sentisse que as criaturas fantásticas e não-humanas serviam para representá-la”. Ele ainda afirmou estar “profundamente triste ao saber que a descrição de personagens fictícios de Convenção das Bruxas poderia ofender pessoas com deficiência”.

Convenção das Bruxas estreia no Brasil em 19 de novembro.

 

Conteúdo nerd, com uma dose generosa de dendê

Comentários