RICOS DE AMOR – NOVA COMÉDIA ROMÂNTICA “BR” NA NETFLIX

Cássio Murilo . Há 1 ano atrás

Pois é, meus queridos. Por muitos anos as comédias românticas foram protagonistas dos sucessos de bilheterias, principalmente nos EUA. Aí chegou aquele momento em que elas sumiram das telas; até as animações, mesmo que geralmente direcionadas pro público infanto-juvenil, tinham mais destaque do que as histórias de amor com doses de diversão no enredo. De um tempo pra cá estamos vendo esse gênero ensaiando seu retorno pras cabeças. O filme “Podres de Ricos” (2018) teve um grande sucesso e ajudou a dar uma guinada nesse retorno. A popularização das plataformas de streaming e suas produções originais deram um novo palco pro gênero pelo mundo e, claro, o Brasil não ia ficar de fora dessa.

“Ricos de Amor” traz o romance de Teto (Danilo Mesquita) e Paula (Giovanna Lancellotti).
Teto é um jovem rico e fútil, herdeiro do império alimentício construído por seu pai, o “Rei do Tomate”. Sem nenhuma perspectiva de crescimento pessoal (a não ser farrear e levar uma garota por noite pra sua casa, no interior do RJ) e começando a perceber de maneira forçada que muita gente só se aproxima dele por interesse, ele é surpreendido por seu pai ao descobrir que vai começar a trabalhar na empresa da família. Claro que ele não curte a ideia.
Enquanto isso, Paula é uma estudante de medicina da capital do RJ que batalha muito pra conseguir atingir suas metas e está como residente num hospital, disputando uma vaga enquanto é assediada de modo nada discreto pelo médico superior (machistas não passarão!). No grande festival do tomate, onde Teto aproveita pra comemorar seu aniversário, os dois se conhecem e aí começa aquela confusão digna de sessão da tarde…

Teto percebe que Paula não faz ideia de quem ele é e que provavelmente não gostaria dele se soubesse; então ele faz o que? exatamente. Ele mente! Diz ser pobre e batalhador. E, disposto a tentar conquistá-la de qualquer maneira, ele se muda pra capital e começa um programa de estágio num dos prédios da empresa do próprio pai, sob outro nome. Assim ele fica mais perto dela e pode provar que tem tentado crescer na vida.
Parece muito clichê, né? E é. Muito. Típico de comédias românticas. Inclusive, existem outros vários clichês desse tipo de enredo… Existe ele percebendo sua vida sob outra perspectiva, quando começa a perceber que sempre teve vantagens que outros não tem; começa a se envolver mais diretamente na vida de pessoas que ele jamais se envolveria se não tivesse saído daquela bolha e a crise de consciência começa a surgir; não tem muita coisa nova. O que não significa que o filme é ruim, porque não é!

O primeiro grande ponto forte do filme é o elenco, que tem atuações carismáticas dando todo um clima pra história. Outro ponto é a diversidade de histórias entrelaçadas. Temos os protagonistas, temos um amigo de Teto que é filho da uma funcionária da casa dele (que também possui sua importância pra toda a trama e tem seus momentos de destaque), temos uma ex-funcionária da empresa (vivida pela maravilhosa Lellê do Passinho) com seus próprios problemas mas que conversam diretamente com os outros personagens… Percebo que esses coadjuvantes não foram apenas jogados no filme. Houve uma preocupação em desenvolver ainda que apenas um pouco da história de cada um pra conectar melhor os espectadores, o que foi muito bom. Fez a gente comprar mais a história, ainda que muito óbvia. A receita é antiga, mas fez sucesso outrora e voltou a fazer. Provavelmente por esses tempos onde a nostalgia é presença marcada nos cotidianos. 

“Ricos de Amor” é uma produção original Netflix e feita na nossa terra. Muitas coisas no longa registram isso. Cenários característicos, musica sertaneja, Alok (risos); Essa receita de comédia romântica clichê sempre faz sua parcela de sucesso, então nada de diminuir só porque foi feita aqui, valeu? Essa mania péssima de de só se ver o lado negativo do que é feito no Brasil precisa passar (igual essa pandemia #sad). Aproveitem o tempo livre que eu sei que vocês tem e vão curtir um pouco, relaxar, e assistir de coração aberto esse amorzinho batido que está fazendo sucesso online.

 

Título: Ricos de Amor (Brasil, 2020).
Lançamento: 22 de Janeiro.
Duração: 1hr45min.
Gênero: Comédia romântica.
Direção: Bruno Garotti.
Elenco: Fernanda Paes Leme, Danilo Mesquita, Giovanna Lancellotti
Nota: 3/5

Dançarino, drag queen, aquariano, admirador de cultura POP, filmes antigos, fast food e com um fascínio por mudar o cabelo e esfumar os olhos.

Comentários