Sem favoritismo: IDM campeã do Circuito Desafiante de League of Legends

Wendell Almeida . Há 3 anos atrás

Há quem diga que “a bruxa tá solta” no cenário competitivo de League of Legends. Após a queda da Pain Gaming muitos esperavam ver como campeão do Circuito Desafiante – O circuitão – o Flamengo e-sports ou a Operation Kino (OPK), mas, desta vez, a Ilha da Macacada Gaming (IDM) levou o troféu após após vencer os grandes favoritos da competição e com isso, garantiu a vaga para o CBLol 2019.

Após um 3×1 em cima da OPK, a IDM veio motivada para o confronto contra o time formado por grandes estrelas e considerado por muitos como o campeão antecipado. A ilha mostrou em jogo o diferencial que demonstrou em toda competição: O entrosamento e o jogo coletivo da equipe. Porém, nos jogos de ontem, foi o dia do mid laner Ruan “Anyone” Silva brilhar.

Com um primeiro jogo “pegado” as duas equipes tiveram que encontrar nos pequenos espaços e com uma melhor execução, a IDM levou. O segundo jogo foi um “baile” do Flamengo, com um draft que encaixou melhor, uma melhor execução e um grande controle de objetivos deram a vitória ao time rubro negro, porém, a ilha mostrou ter aprendido com os erros do jogo dois e voltou para o terceiro jogo com um ânimo diferente, passou a pressionar o Flamengo, buscar objetivos, controlar rotas, a bot lane com um bom push e uma tentativa frustrada de contestação de um barão deram a oportunidade da ilha fechar o terceiro jogo. No quarto e último jogo, o Flamengo veio mais agressivo, conseguiu o first blood com o suporte Esa, mas, em resposta o atirador Sarkis conseguiu dois abates e ambos os times passaram a buscar objetivos no mapa. Em uma team fight onde o time carioca encaixou mal no engage da jogada custou um triple kill nas mãos do mid laner Anyone e um barão para a equipe da ilha, após isso a IDM precisou apenas administrar a vantagem e cadenciar o jogo para chegar a vitória e levar o troféu e a vaga para o CBLol 2019.

Destaque IDM

Mesmo com um time bem entrosado e um bom jogo coletivo, o destaque da md5 foi para o mid laner da Ilha Anyone. O jogador mostrou versatilidade, adaptabilidade e uma pool bem dinâmica nos três jogos. O player conseguiu controlar bem a rota, se posicionar bem durante as lutas, segurar os momentos de pressão e rotar muito bem nos momentos oportunos para ajudar outras lanes. Nos três jogos que a IDM venceu, Anyone terminou o primeiro 9/2/10, o segundo 11/2/5, em um pick considerado arriscado de 11/2/5 de Kassadin e no terceiro 5/1/7 com sua Syndra.

Com este resultado, teremos no ano de 2019 um Circuitão com grandes equipes e uma competição cada vez mais forte e disputada. Dentre os times que irão disputar, teremos além do Flamengo e-sports, Operation Kino e TShow, a rebaixada PaiN Gaming, o que dará a competição uma melhor dinâmica, visibilidade e uma disputa muito grande pela vaga de acesso.

Soteropolitano, 25 anos. Administrador, colunista nas horas vagas, poeta, cronista, crítico de filmes da Sessão da Tarde, seriados do SBT e livros que compra sem ter tempo de ler.

Comentários