Vencedores do Oscar no catálogo da Netflix.

Nerd com Dendê . Há 11 meses atrás

Fala nerds, beleza? Estava aqui com meus botões pensando em como me  distrair nessa pandemia que nunca acaba. Então resolvi rever alguns filmes, procurar novos. Mas qual critério eu usaria para escolher os filmes? Resolvi listar alguns que conquistaram a academia e levaram o Oscar, desbancado todos os outros concorrentes. Estão prontos?

  • MOONLIGHT (2016) 
Alex R. Hibbert (Chiron criança), Ashton Sanders (Chiron adolescente) e Trevante Rhodes (Chiron adulto). (Moonlight – 2016).

O longa apresenta três fases na vida de Chiron, o personagem principal, explorando as dificuldades que ele enfrenta no processo de reconhecimento de sua própria identidade e sexualidade, e o abuso físico e emocional que sofre ao longo destas transformações.

O filme foi aclamado pela crítica e  recebeu oito indicações aos prêmios da Academia no 89.º Oscar, ganhando nas categorias de Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante para Ali.

Se quer saber um pouco mais sobre o filme, tem uma matéria que escrevi há um tempinho. Clica aqui!

  • A TEORIA DE TUDO (2014)
Felicity Jones, Professor Stephen Hawking e Eddie Redmayne na premiere de “Teoria de Tudo” no Odeon Leicester Square em Londres. (Photo by Karwai Tang/WireImage)

A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é, pelo menos, diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos – entre eles,  aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade: Stephen. 

Depois de assistir ao filme, o físico mostrou-se muito satisfeito com o respeito pelos fatos, e em especial, com a interpretação do ator que o representava, o britânico Eddie Redmayne, que era mais conhecido até essa altura pelo musical “Os Miseráveis”. 

Além de fascinar o homem que deu o “start” para o filme, o longa também foi indicado para cinco categorias no Oscar. O protagonista, Eddie Redmayne, acabou levando o prêmio de melhor ator. 

  • 12 ANOS DE ESCRAVIDÃO (2013) 
Chiwetel Ejiofor (12 Anos de Escravidão – 2013).

O drama conta a história de Solomon Northup, um homem negro livre que trabalha como violinista e vive com sua esposa, Anne Hampton, e dois filhos em Saratoga Springs, Nova Iorque. Até que ele recebe uma proposta de emprego em outra cidade. Assim que chegam lá, eles embriagam Northup e ele acorda em uma senzala de propriedade de James Burch, prestes a ser vendido para a escravidão, onde passa 12 anos sofrendo os piores tipos de humilhação. 

O longa foi aclamado pela crítica mundial. No Site Rotten Tomatoes tem uma aprovação de 96%, baseado em 288 Críticas. Além disso, nove indicações para o Oscar provaram que “12 anos de escravidão” não veio para brincadeira!! 

Lupita Nyong’o venceu como melhor atriz coadjuvante, John Ridley levou o melhor roteiro adaptado, e adivinhem quem levou o prêmio de melhor filme?

  • QUEM QUER SER UM MILIONÁRIO? (2008)
Dev Patel (Quem Quer Ser Um Milionário? – 2008).

O longa conta a história de Jamal K. Malik (interpretado por Dev Patel), um jovem que trabalha servindo chá em uma empresa de telemarketing. Com a infância difícil, ele teve que fugir da miséria e violência para conseguir chegar ao emprego atual. Um dia, ele se inscreve no popular programa de TV “Quem Quer Ser um Milionário?” visto por toda a população da Índia. Inicialmente desacreditado, pelos outros e por ele mesmo,  Jamal encontra em fatos de sua vida as respostas das perguntas feitas.

O filme foi indicado em oito categorias da Grande Premiação Acadêmica e levou para casa nada menos que sete prêmios. Segue a lista: melhor filme, melhor trilha sonora original, melhor mixagem de som, melhor roteiro adaptado, melhor diretor, melhor fotografia e melhor montagem.  Alguma coisa esse filme tem, né? O filme foi indicado em oito categorias da Grande Premiação Acadêmica e levou para casa nada menos que sete prêmios. 

  • HISTÓRIA DE UM CASAMENTO (2019)
Adam Driver, Scarlett Johansson e Azhy Robertson (História de Um Casamento – 2019).

O filme conta a história da separação de  Nicole (Scarlett Johansson) e  Charlie (Adam Driver) que estão passando muitas dificuldades no matrimônio. Eles concordam em não contratar advogados para tratar do divórcio, mas Nicole muda de ideia após receber a indicação de Nora Fanshaw, especialista no assunto. Surpreso com a decisão da agora ex-esposa, Charlie precisa encontrar um advogado para tratar da custódia do filho deles, o pequeno Henry (Azhy Robertson).

O longa original da Netflix foi indicado em seis categorias e Laura Dern acabou levando o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante. 

A lista ainda conta com clássicos como: O poderoso Chefão 1 e 2, Gladiador, O Discurso do Rei e outros tantos. Se vc já viu algum desses filmes e concorda (ou não) que são merecedores do Oscar, conta aqui que a gente vai adorar saber.

Conteúdo nerd, com uma dose generosa de dendê

Comentários